Advertisement
21/08/2020 Por Luiz Gustavo Siebra 0

São Paulo 1 x 1 Bahia (Notas + análise individual)

Hernanes: Mesmo no banco, é um jogador que merece o respeito de todos os são-paulinos. Decidiu ficar no São Paulo, foi relacionado e não teve oportunidade, mesmo com o treinador sabendo da sua importância e qualidade técnica. Tipo de profissional que está cada vez mais escasso no futebol, não merece ninguém que está ao seu redor. 10.0

Volpi: Talvez o único jogador que destoou um pouco do restante do elenco, pegou um pênalti e salvou em outros dois lances. 8,0

Igor Vinícius: Teve oportunidade de titular, iniciou o jogo sem ritmo e cometeu um pênalti, após isso, fez uma partida regular, mas sem efeito. 4,0

Arboleda: Mais uma partida medíocre, com falhas claras na marcação, inclusive no lance do pênalti. Se lança destemido ao ataque, sem rumo. 2,0

Bruno Alves: Único jogador de linha que podemos confiar, firme como sempre, não condiz com o nível dos companheiros que têm em campo. 8.0

Reinaldo: Entrando sempre na mesma pilha irritada, errando passes e deixando espaços na defesa. Péssimo. 3.0

Tchê-Tchê: Após algumas boas partidas, se perdeu hoje no esquema. Apenas passes laterais, mas não comprometeu muito a defesa. 6.0

Liziero: Péssimo em campo, erros primários de passe, marcação e saída de bola, merecia ter saído no primeiro tempo. 2.0

Daniel Alves: Ainda longe de ser o jogador que a torcida espera, nessa partida errou passes como nunca e diversas vezes desarmado com facilidade. O cruzamento de escanteio garantiu o empate. 6.0

Igor Gomes: O jogador mais perdido nesse novo esquema, principalmente por ser improvisado na ponta. Mais uma partida muito abaixo do que pode render. 4.0

Pablo: Pouco participativo, perdeu um gol que subiu sozinho, mas é um dos poucos que demonstra vontade. 4.0

Vitor Bueno: Triste ver esse jogador. Cansado e lento, comprometendo as jogadas de contra-ataque. 1,0

Luciano: Entrou bem, demonstrou vontade e foi agraciado com um gol na estreia. O nervosismo comprometeu alguns lances, mas compensou na comemoração do gol. Que a vontade não fique apenas nesse jogo. 8.0

Gabriel Sara: Mais uma oportunidade recebida, não conseguiu render. Entra no momento de desorganização do time e não merece ser crucificado. Jogador da base que será queimado até que esse treinador saia. 4.0

Helinho: Raro seria dizer que fez algo. Mais uma oportunidade que o garoto desperdiça. Sem avaliação

Carneiro: Entrou para ocupar espaço no ataque, mas sem organização tática. Deu uma casquinha na cobrança de escanteio e levou uma assistência pra conta. Mais vontade do que futebol, merece mais chances. 6.0

Léo: Entrou como refugo da “Lei do Ex”. Mal tocou na bola. Sem avaliação

Diniz: Ridículo em todos os aspectos, é chato ser repetitivo quando se fala de postura. FORA DINIZ!

Foto: Rummens